NIYAMAS: Em harmonia com você mesmo

Patanjali foi um mestre que difundiu o conhecimento do Yoga nos tempos antigos, ficou conhecido mundialmente como Patanjali Yoga Sutras. São oito ramificações do caminho espiritual, que servem de diretrizes para o crescimento espiritual, a autorrealização. Niyamas fazem parte das ramificações e tem como objetivo servir de código de ética, centrado no autocuidado.

Enquanto yamas concentram-se em como você age no mundo, niyamas é como você age em relação a si mesmo. Ajuda a manter um ambiente positivo para  o crescimento e fornece autodisciplina e a força interior necessária para progredir no caminho do yoga. Os Cinco niyamas são:

Saucha – Pureza

Está ligado ao corpo físico e energético.  As práticas de asana, pranayama e meditação limpam e purificam o corpo e a mente, além de fortalecer a capacidade de manter um estado puro do ser. É importante cuidar para que situações ou objetos externos não interfiram no corpo e na mente como comida, bebida, amigos, entretenimento, transporte etc.

Santosha – Contentamento

Relacionada ao corpo emocional. É preciso perceber que todos os prazeres correspondem a uma felicidade momentânea, e tudo que precisamos de verdade está no próprio ser. Os ensinamentos dos sábios antigos mostram que a felicidade obtida pelo materialismo, tem início, meio e fim. Praticar a satisfação, a gratidão, remove o sofrimento desnecessário e enche a vida com alegria e entusiasmo.

Tapas – Autodisciplina

Princípio da força de vontade ou comprometimento, é fazer algo que você não quer fazer, mas você  faz porque sabe que terá um efeito positivo na sua vida, por exemplo: Evitar de comer açúcar por alguns dias. Para muitos fazer dieta pode ser um verdadeiro tapas ! Quando o comprometimento entra em conflito com os desejos, é criado um “fogo” que queima as impurezas físicas e mentais. Esse fogo interno, é chamado de tapas. É um processo de purificação e conscientização sobre os impulsos e má conduta.

Svadhyaya – Autoestudo

Ligado ao corpo mental, é a capacidade de se auto perceber. As situações da vida oferecem oportunidades de aprendizados sobre nós mesmos. Ao transformar sua consciência interior, você começa a perceber o significado mais profundo de sua vida, seu propósito e seu caminho espiritual.

Ishvara pranidhana – Rendição ao divino

 É o ato de entrega a um propósito mais elevado. É um caminho do individual para o coletivo.  Essa prática incentiva a modéstia e a humildade, pois reconhece a existência de uma força maior no universo. É a conexão com o todo, com o poder superior, assim a  prática de yoga se torna sagrada e cheia de graça.

Os yamas niyamas são a base para um caminho de yoga, viver de acordo com esses princípios traz paz, alegria e compreensão ao mundo. Sua compaixão e consciência crescerão e sua prática de yoga florescerá. Ao começar a incorporar yamas e niyamas em sua vida cotidiana, prepare-se para mudanças positivas!