Hatha Yoga: pratica e benefícios

O yoga é um caminho de autoconhecimento que se originou na Índia há mais de 5000 anos, mas ainda continua se desenvolvendo.

Os diferentes estilos de yoga compartilham em comum o mesmo objetivo, mas diferem nas práticas e técnicas que escolhem trabalhar. 

Neste artigo, você descobrirá o que é Hatha Yoga, como nasceu, quais são os textos que permitiram sua difusão, as características desse tipo de prática e, finalmente, seus benefícios.

O que é Hatha Yoga?

pingala-ida-sol-lua-nadi-energia-fluxo-de-energiaA palavra sânscrita Hatha é composta de duas sílabas, “Ha” significa sol e “Tha” significa lua. Refere aos dois principais canais de energia, os chamados Nadis, que o yoga busca equilibrar (Pingala, o canal solar e Ida, o canal lunar).

Quando essas duas correntes opostas, mas complementares, estão em equilíbrio, a Kundalini (energia sutil) pode fluir através do canal central Sushumna, até o chakra coronário, possibilitando a experiência de felicidade e união. O equilíbrio de opostos complementares é a chave para liberar a energia da consciência e obter liberdade espiritual.

Esse equilíbrio ocorre tanto fisicamente quanto psicologicamente. O Hatha Yoga nos ajuda a remover a dualidade em nossa percepção da vida, manifestada pelo julgamento sobre nós e sobre o mundo (certo / errado, bom / ruim).

Esses valores opostos são vivenciados como conflitos internos e externos e, quando conseguimos integrá-los, evoluímos para um estado de consciência não-dual, simbolizada no terceiro olho.

Outro significado da palavra Hatha é forte, determinado. Refere-se à forte disciplina física e mental necessária para a prática (tapas).

A lenda sobre a origem do Yoga

Dizem que originalmente o Yoga era reservado apenas para divindades, em particular para os deuses. No entanto, Shiva concordou em passar os ensinamentos sobre yoga à Parvati e o local escolhido para transmitir esses ensinamentos era uma caverna à beira-mar.shiva-deus-da-yoga-parvatri

Um peixe que estava por perto os ouvia e, aplicando os ensinamentos, se transformou em um ser humano. Nesse ponto, dados os inegáveis ​​benefícios em termos evolutivos, ele pediu e obteve permissão para transmitir os ensinamentos do yoga aos seres humanos também. Ele foi chamado Matsyendra, o que significa que os peixes se tornam homens, e uma das posturas de torção mais famosas do Hatha Yoga, Matsyendrasana, recebeu o nome dele.

Textos clássicos de yoga que devem ser uma referência para qualquer praticante são os Sutras de Patanjali Yoga e o Bhagavad Gita. Ambos são explicativos da filosofia por trás da prática, da perspectiva da vida e da realidade no yoga.

Os estágios do Hatha Yoga

  • Shatkarma – categorias de práticas purificadoras para o corpo
  • Asanas – posturas físicas
  • Pranayama – técnicas de controle de extensão e respiração. A primeira abordagem ao pranayama consiste em praticar a respiração iogue completa, com seus três componentes diafragmáticos, torácicos e claviculares. Uma vez que nossa respiração se torne mais longa e profunda, podemos usar as várias técnicas que controlam a respiração em suas quatro fases: inspiração (puraka), pausa após inspiração (antara kumbhaka), expiração (rechaka) e pausa após a expiração (bahya kumbhaka).
  • Mudra – gestos simbólicos das mãos e do corpo, que funcionam nos canais de energia do corpo.
  • Bandha – expressa a ação de contração postural que é realizada com o objetivo de promover o fluxo e a canalização da energia vital. Eles são usados ​​principalmente em pranayama e meditação, mas também durante a execução dos asanas. Existem três: Mula bhanda, a contração dos esfíncteres anal e urogenital; Uddhyana bandha, a contração do diafragma e do plexo solar; Jalandhara bandha, contração da garganta e da coluna cervical. Eles podem ser executados individualmente ou todos juntos, neste último caso, é chamado Maha bandha.
  • Pratyahara – exercícios para transformar a energia e a consciência da mente.
  • Dharana – práticas para melhorar a concentração.
  • Dhyana – práticas de meditação.
  • Samadhi – práticas para induzir um profundo transe meditativo.

A prática do Hatha Yoga

hatha-yoga-turmaO ocidente costuma interpretar o Yoga em geral, e o Hatha Yoga em particular, sobretudo como uma prática física focada no corpo, mas, na realidade, sabemos que não é apenas uma atividade de ginástica.

A palavra Yoga deriva de uma palavra sânscrita que significa “união”. Essa verdadeira ciência distingue nosso “eu” cotidiano, que inclui o corpo físico e a personalidade, e o “eu” universal, que inclui toda a criação da qual somos parte integrante. Seu objetivo é deixar de lado a identificação excessiva com o eu cotidiano e o sofrimento com os conflitos resultantes.

Yoga é a união do eu individual (Atman) com o eu universal (Brahman), através do qual redescobrimos nosso verdadeiro eu, cuja natureza é verdade, consciência, bem-aventurança (Sat Chit Ananda).

Os asanas que todos conhecemos, praticados durante as aulas de Hatha Yoga, nascem das posturas de meditação e, sendo assim, todos devem ser praticados meditativamente. Permanecemos em cada postura por um longo tempo, ouvindo o corpo, dando a oportunidade dele se acalmar e aproveitar os benefícios da prática.

Além disso, a respiração é utilizada para entrar e sair de cada postura, usando como regra geral  a expansão do peito na inspiração e o fechamento com a expiração.

O objetivo na prática de asanas é que eles sejam estáveis ​​e confortáveis ​​(shtira e sukha), conforme descrito nos Yoga Sutras de Patanjali. Devem ser praticados gradualmente, sem forçar o corpo antes de estar pronto, aplicando também o preceito da não-violência (ahimsa) contra nós mesmos.

É importante lembrar que o objetivo da prática é expandir a consciência, se preparar para a meditação. Mesmo os mais experientes, não devem negligenciar a prática de posturas simples, que permitem maior facilidade de concentração interna, em comparação com as posturas que exigem maior esforço para serem realizadas. Nas posturas mais exigentes você pode fazer uso de acessórios de yoga, para promover maior conforto e estabilidade nas posturas.

Ao preparar uma sessão de asanas, pode considerar vários aspectos: Começar de posturas em pé para alcançar gradualmente o chão, ou organizar a sessão em torno de um asana mais exigente, precedendo-o com um asana de preparação e seguindo-o com asanas compensatórios, ou mesmo optar por trabalhar em um aspecto específico. 

No entanto, uma prática completa consiste não apenas na prática de asanas, mas também em pranayama, mudra e meditação. Geralmente termina com um relaxamento profundo, o que geralmente é feito em Savasana, para retornar às atividades diárias com energia renovada.

A prática do Hatha Yoga deve ser realizada com o estômago vazio e de preferência em um ambiente limpo, pacífico e acolhedor.

Os benefícios do Hatha Yoga

mulher-negra-meditandoO Hatha Yoga trabalha simultaneamente em componentes físicos, emocionais, mentais e espirituais. Os três pontos principais do yoga, do ponto de vista físico, são:

  • a respiração
  • a espinha dorsal
  • o trato gastrointestinal

As posturas de yoga relaxam, alongam e fortalecem os músculos do corpo; mantém a coluna, as articulações e, em geral, realiza uma ação rejuvenescedora no sistema muscular e esquelético.

Através das pressões exercidas pelos asanas sobre os órgãos e chakras internos, todos os órgãos e glândulas do corpo são equilibrados, produzindo um efeito terapêutico benéfico e mantendo o corpo em perfeita saúde. Os movimentos e posturas do yoga tonificam e dão elasticidade e equilíbrio ao corpo.

Hatha yoga é muito terapêutico e também é recomendado para:

  • estados de ansiedade;
  • stress;
  • insônia;
  • depressão;
  • perda ou diminuição da força física;
  • fraqueza;
  • rigidez articular e mental;
  • ataques de pânico e patologias de origem psicossomática.

Ao trabalhar a respiração, através da respiração yogue completa e outros tipos de pranayama, as habilidades físicas e mentais são revitalizadas, o equilíbrio de humor e relaxamento é estimulado. As práticas meditativas permitem refinar a consciência do momento presente, da autoconsciência e dos mecanismos internos.

A auto perfeição com o Hatha Yoga é alcançada com a sabedoria do mestre Patanjali e os seus 8 sutras. O Hatha Yoga disponibiliza a todo ser humano as ferramentas, não apenas úteis para resolver seus problemas, mas sobretudo para se transformar e ser capaz de sintonizar seu eu interior e os ritmos da natureza. Também ajuda a redescobrir o equilíbrio natural, trazendo-nos de volta a um relacionamento harmonioso com as leis do universo.

O Yoga oferece uma nova visão da vida, por esse motivo a verdadeira prática do yoga acontece fora do tapete de yoga, nas ações que realizamos na vida. Os verdadeiros resultados do yoga são vistos na vida cotidiana, de como se lida com os desafios, na capacidade de experimentar a calma e na aplicação dos princípios da yoga (yama e niyama).

Namaste!