Namaste: A Saudação dos Yogis

A palavra Namaste tem sido muito usada recentemente, mas nem sempre sua origem e seu significados são conhecidos por todas as pessoas que a utilizam. Em geral jovens, praticantes de yoga, pessoas que se identificam com um estilo de vida mais ligado a práticas de bem-estar, espiritualidade, vegetarianismo entre outros, são os que mais utilizam esta palavra.

Namaste: Bom dia

No dia a dia da cultura ocidental, é comum que as pessoas se cumprimentem dizendo “bom dia”. Esse simples gesto traz consigo um conjunto de significados, que vão desde simplesmente uma formalidade ou um ato de educação e polidez, até realmente uma conexão genuína com as pessoas com as quais se encontra no caminho. O fato é que a simples ação de desejar bom dia a alguém, já demonstra uma relação que se estabelece e que pode de alguma forma mudar a maneira como essas pessoas se comunicam, ou mesmo a forma como elas se sentirão após ouvir essas palavras.

Cada palavra carrega consigo energia. A própria física explica esse fenômeno através da vibração dos sons. Para essa ciência, cada forma de energia possui uma vibração diferente e com isso, a vibração do som das palavras que falamos, produz consequentemente também formas diferenciadas de energia. Portanto, é simples imaginar que através da ação de dizer bom dia para uma pessoa, por mais que seja algo não espontâneo ou mesmo dito de forma automática, é possível produzir uma energia que pode realmente provocar algum impacto na pessoa que recebe o cumprimento.

O mesmo acontece com o Namaste. Ainda que não se saiba exatamente o significado, trata-se de uma palavra que é identificada como tendo seu conteúdo carregado de boas energias. Não é por acaso que praticantes de yoga entre outros grupos, tenham adotado o termo como forma de cumprimentar aqueles se reconhecem dentro do grupo.

A palavra Namaste, passou a ser popular no Brasil nos últimos anos e até artistas, telenovelas e programas de entretenimento já ajudaram a propagar o termo para mais e mais pessoas. Inclusive por conta da pandemia de covid-19, muitas pessoas passaram a adotar o gesto, que geralmente acompanha a palavra namaste, como forma de cumprimentar, já que este é feito sem contato físico. Contudo, ainda que se saiba que esta palavra venha sempre carregada de boas energias, é também interessante conhecer sua origem e seu significado.

Namaste: Significado e origem

A origem da palavra Namaste ou sua forma mais formal Namaskar vem do sânscrito, língua antiga da região do sul da Ásia e que de forma geral significa “eu me curvo diante de ti”. O termo tem muitas traduções, mas entre todas elas, a ideia de reverência está presente. Isso acontece porque etimologicamente a palavra deriva de Namah, também oriunda do sânscrito e que quer dizer “entrega” ou “reverência.

É muito comum as pessoas também se referirem ao Namaste como: “o Deus que habita em mim, saúda o Deus que habita em você”. De qualquer maneira, é possível identificar um profundo sentido de respeito, conexão e humildade. Por trás de seu significado se encontra uma saudação muito bonita, onde a pessoa que pronuncia essa palavra para outro, de alguma forma no seu coração está dizendo: “a você eu entrego meu namah” ou seja, eu reverencio a presença do Ser em você, do divino em você.

Na cultura do yoga geralmente se usa as palavras Namaste ou Namaskar como saudação ou despedida entre pessoas. E também nesta mesma cultura existe a compreensão da importância de se reverenciar tudo o que é divino. Tudo que nos cerca é considerado divino e, portanto, reverenciar à tudo que é divino pressupõe nutrir um sentimento de gratidão e reverência à tudo na vida, à todos os seres, à toda a criação.

Anjali Mudra: A saudação com as mãos

maos-namaste-yogateriaAlém da palavra, o gesto ou mudras . Nas culturas ou grupos onde a palavra Namaste é utilizada, geralmente ela vem acompanhada de uma atitude de reverência e respeito, mas também de um gesto com as mãos.

A saudação com as mãos é feita colocando-se as suas mãos com as palmas unidas em forma de prece e próximas ao chakra do coração. Por vezes, acompanhando esse movimento também se faz uma inclinação com a cabeça para frente, e se fecha os olhos, demonstrando o ato de se curvar e reverenciar ao divino diante de si.

O gesto pode ser feito para outra pessoa ou mesmo para si próprio, como uma forma de iniciar uma meditação ou algum momento de conexão com seu próprio Ser. E considerando que nos grupos de yoga, assim como na vida, temos sempre mestres, que nos guiam e nos fazem crescer, o Namaste também é utilizado como reverência do discípulo ao seu mestre, seja ele seu mestre de yoga, seu mestre espiritual ou mesmo uma pessoa que represente essa sabedoria na vida da pessoa que saúda.

Feita desta forma, o cumprimento estabelece uma conexão entre os seres ali presentes, para que eles se harmonizem energeticamente e que mantenham esse sentimento de união que vem do coração, união através do amor divino.

Namaste: O cumprimento indiano

Sim! O Namaste hoje em dia ainda é usado na Índia, e também muitos outros grupos e culturas fora da índia adotaram o gesto como parte de sua forma de se comunicar e de unir pessoas.

A Índia é um país com uma diversidade cultural muito grande, onde se pode encontrar formas muito diferentes de se vestir, diversos tipos de culinária, línguas e dialetos variados, mas se existe algo que pode unir todas essas diferenças é a palavra Namaste.

No Brasil também é cada vez mais comum encontrar pessoas que adotaram o cumprimento. O mais importante é que seja onde for, a energia e o simbolismo que essa palavra tão antiga carrega, demonstra uma mudança de consciência. O reconhecimento de cada pessoa, de que existe algo divino no outro, de que existe uma conexão universal entre os seres e entre todas as coisas que existem. Essa atitude faz com que haja também uma consciência de respeito, de preservação e cuidado, mudando assim a forma como se vive.