COVID-19: Nós podemos vencê-lo

A pandemia de coronavírus criou uma crise global com repercussões sociais, econômicas e espirituais de longo alcance. Nossa resiliência durante esses tempos difíceis será testada não apenas pela maneira como combatemos a propagação do vírus, mas também como tiramos o melhor proveito das circunstâncias. Embora seja importante levar a sério essa pandemia e agir de forma responsável, definitivamente não é hora de entrar em pânico.

Vencer o vírus requer ação coletiva. É imperativo que todos sigam as regras, como manter-se limpo, lavar as mãos com frequência, manter distância social etc. Inicialmente, elas podem parecer desafiadores, mas não são difíceis de praticar. Se você observar, esses orientações de boas maneiras fizeram parte de muitas culturas tradicionais. A filosofia antiga do yoga enfatiza bastante a limpeza, não apenas do corpo, mas também da mente e do ambiente.

A primeira ética pessoal do yoga ou niyama é sobre limpeza ou shaucha. Shaucha, como enunciado nos Yoga Sutras de Maharishi Patanjali, defende a pureza e a limpeza como base fundamental para a vida yogi. Shaucha, em seu sentido mais profundo, também inclui evitar contato físico e intimidade desnecessários. A autodisciplina de comer alimentos saudáveis e sem produtos químicos que nos mantém limpos por dentro é complementar à shaucha. Também inclui a disciplina de dormir o suficiente, exercitar-se, meditar e afins, qualquer coisa que leve à purificação do nosso sistema. Praticar asanas, pranayamas e meditação pode contribuir bastante para aumentar a imunidade e manter o Coronavírus sob controle.

A contribuição mais importante que podemos dar durante esse período tumultuado é nos isolar para reduzir as possibilidades de contrair e transmitir o vírus. Fique em casa, evite viajar e ir a reuniões públicas ou festas comunitárias. Eu recomendaria até evitar orações e rituais congregacionais. A meditação e as orações mentais são muito superiores e muito mais eficazes que os rituais. Tome o distanciamento social imposto ou a auto-quarentena como uma oportunidade para desacelerar e seguir para dentro. Ela oferece espaço e tempo para você se concentrar, refletir e redefinir suas funções e objetivos. Também é uma desculpa para quebrar o padrão monótono da vida em ritmo acelerado e entrar em algumas atividades do lado direito do cérebro, como escrita criativa, culinária, música, pintura ou aprendizagem de um idioma. É hora de ir além do cenário e encontrar o vidente perdido. É também a hora de encontrar um equilíbrio entre descanso e atividade. Quem está sempre em repouso não progride na vida e quem está sempre em atividade sente falta da felicidade do descanso profundo.

O distanciamento social não é um castigo. O silêncio e a solidão são um meio poderoso para o crescimento pessoal e a auto-renovação. Muitas grandes obras do mundo surgiram da solidão. Medite mais e use essa solidão forçada para melhorar sua força mental, criatividade, empatia e produtividade. Agora que você está passando mais tempo com os membros da sua família, ouça-os. Fale menos e evite discussões.

Durante eventos catastróficos, as pessoas devem cuidar e compartilhar umas com as outras. Os ricos devem se preocupar em ajudar e gastar as suas economias com aqueles que estão em extrema necessidade. Estimulo todos os que podem pagar, a diminuir salários e formar doações para cuidar dos assalariados diários e dos grupos de baixa renda em suas áreas, para que o ônus econômico seja compartilhado localmente pela sociedade. Vamos garantir a nós mesmos e aos outros que há humanidade suficiente para cuidar de todos.

Esta é uma fase temporária de incerteza. A humanidade já lutou e venceu essas ameaças antes. Superamos epidemias como SARS, gripe suína e peste bubônica no passado. Tenha certeza de que venceremos este também. Peço a todos que desistam de divulgar informações infundadas sobre a pandemia. Enquanto precisamos ser informados do que está acontecendo, não fique obcecado com Corona. Debates intermináveis ​​na TV e compartilhamentos irracionais de mídias sociais podem aumentar a incerteza e causar um aumento de ansiedade e pânico.

O coronavírus é definitivamente uma catástrofe para o mundo, mas não precisa significar o Apocalipse. Apesar das nuvens escuras da escuridão, revestimentos de prata estão emergindo brilhantes o suficiente para trazer esperança. É nisso que precisamos nos concentrar. As histórias de pássaros cantando de novo em Wuhan ou o céu e o mar se limpando enquanto as pessoas ficam dentro de casa, ou as pessoas abrindo seus corações para proporcionar consolo para aqueles que precisam, podem não compensar imediatamente as perdas provocadas pela nova pandemia, mas vêm como garantias duradouras do bem para a raça humana. Certamente, essa crise também deixará a população mais sensibilizada com relação à limpeza, higiene pessoal e modos de vida saudáveis.

O tempo é realmente o grande curador. Vamos dar tempo, tempo com paciência, coragem e compaixão.

-Sri Sri Ravi Shankar

 Junte-se a Sri Sri para uma meditação em inglês ao vivo, todos os dias às 3:30 da manhã e 11 horas (horário de Brasília) através do oficial   YouTube Sri Sri Ravi Shankar . Para ouvir em português acesse o Youtube da Arte de Viver Brasil .

Sri Sri Ravi Shankar

Sri Sri Ravi Shankar é um líder humanitário, mestre espiritual e embaixador da paz. Sua visão de uma sociedade livre de estresse e de violência uniu milhões de pessoas em todo o mundo por meio de projetos de serviço social e dos cursos da Arte de Viver.