Ayurveda, trigunas e doshas – Guia completo sobre alimentação

Cada um de nós começa a jornada do yoga por diferentes razões, seja por curiosidade ou para obter algum benefício físico. Com o passar do tempo, ao se aprofundar no yoga, é muito comum que o estilo de vida se torne mais saudável e que o conhecimento dessa filosofia tão antiga vire habitual. 

O caminho do yoga é se sentir parte com o todo e saber que toda a ação individual afeta o bem-estar do coletivo, é assumir a responsabilidade pelo o mundo. Numa das ramificações dos 8 sutras de Patanjali, ele cita Ahisma – praticar a arte de não violência consigo mesmo e nem com os outros. Uma das formas de aplicar ahisma na vida cotidiana é ter o devido cuidado com o corpo, evitar comidas com excesso de fritura e açúcar e dar preferência a alimentos naturais: legumes, vegetais, grãos, verduras e etc.

Nos tempos antigos, a dieta de um yogue era chamada de phala mula (dieta de frutas e raízes), que consiste em tubérculos, feijões, cereais, nozes, frutas, vegetais de folhas largas. Tudo veio espontaneamente da terra para nutrir e dar energia ao ser humano. Hoje, muitos praticantes de yoga adotam uma dieta vegana ou crua para limitar o impacto ambiental ou por questões éticas.

 

ayurveda-alimentação-yogateria


O que são os Gunas

Todos os três gunas estão sempre presentes em todos os seres e objetos que nos cercam, mas variam em suas quantidades relativas. Nós, humanos, temos a capacidade única de alterar conscientemente os níveis dos gunas em nossos corpos e mentes.

Os gunas podem ser aumentados ou diminuídos por meio da interação e influência de objetos externos, práticas de estilo de vida e pensamentos. As qualidades psicológicas da mente são altamente instáveis ​​e podem flutuar rapidamente entre os diferentes gunas. 

O guna predominante na mente atua como uma lente que afeta as percepções e perspectivas do mundo ao redor. Portanto, se a mente estiver em rajas, ela experimentará os eventos mundiais como caóticos, confusos e exigentes e terá uma forte tendência de continuar a reagir aos eventos de forma rajásica.

Portanto, para os yogues progredirem ao longo do caminho, devem praticar a auto observação e o discernimento para testemunhar e não reagir às atividades dos gunas. Junto com a auto observação é necessário a força interior e a força de vontade para mudar conscientemente os pensamentos e ações de tamas e rajas em direção ao equilíbrio e propósito do sáttvico.

 

ayurveda-alimentação-yogateria8


Quais são os Gunas e suas características

  • Tamas é um estado de escuridão, inércia, inatividade e materialidade. Tamas se manifesta por ignorância, outras qualidades tamásicas são: preguiça, nojo, apego, depressão, desamparo, dúvida, culpa, vergonha, tédio, vício, mágoa, tristeza, apatia, confusão, tristeza, dependência, ignorância.
  • Rajas é um estado de energia, ação, mudança e movimento. A natureza do rajas é de atração, anseio e apego, e o rajas nos liga fortemente aos frutos do nosso trabalho. Outras qualidades rajásicas são raiva, euforia, ansiedade, medo, irritação, preocupação, inquietação, estresse, coragem, ruminação, determinação, caos.
  • Sattva é um estado de harmonia, equilíbrio, alegria e inteligência. Sattva é o guna que os yogis alcançam ao reduzir rajas e tamas e, assim, tornar possível a liberação. Outras qualidades sáttvicas são: felicidade, paz, bem-estar, liberdade, amor, compaixão, equanimidade, empatia, amizade, foco, autocontrole, satisfação, confiança, realização, calma, felicidade, alegria, gratidão, destemor, altruísmo.

 

ayurveda-alimentação-yogateria2


Os 3 Gunas e a alimentação

Ayurveda é a medicina milenar da índia, onde o autocuidado e a cura acontecem de forma natural. Na ayurveda a alimentação também é divida em três aspectos, gunas: Sattva, Rajas e Tamas. Esses gunas estão presentes em cada um de nós e nos alimentos, e por esse motivo podem ser enfatizados ou reduzidos com base no consumo de certos alimentos. Dada a natureza mutável do ser humano, os gunas também mudam constantemente e é possível que um dos três domine os demais em um determinado período da vida. 

 

ayurveda-alimentação-yogateria3


Sattva – Alimentos ricos em prana, energia 

Sattva é a pureza, harmonia e equilíbrio da criação. A comida sáttvica é fresca e cresce em harmonia com a natureza sem a necessidade de adição de produtos químicos. 

Costumamos dizer que alimentos sáttvicos fazem parte do cardápio para quem pratica yoga. Por esse motivo, os alimentos sáttvicos são alimentos provenientes da natureza, contêm energia máxima – prana – e limpa os canais nervosos – nadis – da melhor maneira possível.

 

Quais são os alimentos sáttvicos?


A alimentação sáttvica proporciona uma mente saudável e tranquila, e uma saúde próspera. Frutas, legumes, cereais, legumes, nozes, farinhas integrais, sementes e mel são considerados alimentos sativos.

 

Ghee

Ghee, às vezes chamado de manteiga clarificada, é doce, fria e pesada. Este é um dos alimentos sáttvicos mais comentados porque sua importância foi refletida nos antigos Vedas. Arroz misturado com ghee é considerado a dieta de Deus.

Como existem diferentes elementos ayurvédicos em diferentes tipos de leite, as propriedades do ghee dependem de sua fonte. O mais comum, e mais frequentemente recomendado, é o ghee do leite de vaca. O leite é único porque contém os melhores nutrientes que uma mãe pode fornecer. E o ghee é considerado a essência do leite. 

Incorporar ghee no tratamento ayurvédico é tão fácil quanto fazê-lo em casa, um processo que pode ser concluído em cerca de 30 minutos. 

 

Grãos inteiros germinados

De acordo com a tradição sáttvica, os grãos devem ser uma parte vital de todas as refeições. Os grãos inteiros germinados fornecem nutrição e são símbolos de saúde, felicidade e prosperidade. Considere adicionar arroz germinado, espelta, aveia e cevada às suas refeições. Há uma grande variedade, então você pode facilmente incluir um grão em cada refeição. Apenas certifique-se de evitar pães fermentados.

 

Fruta Orgânica Fresca

Para a maior parte, qualquer fruta orgânica fresca pode ser incluída na dieta sáttvica, mas há algumas exceções. Mas você pode comer a maioria das frutas com segurança, incluindo maçãs, bananas, morangos, uvas, melões, laranjas, pêssegos e ameixas. Estes são considerados especialmente sáttvicos.

As frutas são consideradas símbolos de generosidade e espiritualidade. Acredita-se que comer frutas e vegetais aumenta o magnetismo.

 

Mel

O mel está na pequena lista de adoçantes aceitáveis ​​para uso com moderação em uma dieta sátvica. Evite açúcar branco processado, se possível.

 

Vegetais orgânicos terrestres e marinhos

Você estaria seguro comendo quase qualquer vegetal em uma dieta sátvica, mas pode ter problemas se tiver o hábito de cozinhar com alho e cebola. Opte por vegetais orgânicos suaves, como beterraba, cenoura, aipo, pepino, folhas verdes, batata doce e abóbora. Suco de vegetais é uma maneira rápida e fácil de atingir seu prana (força vital).

 

Nozes, sementes e óleos

Escolha nozes ou sementes frescas e puras. Se forem torrados ou salgados demais, perdem suas propriedades sáttvicas. Amêndoas, sementes de cânhamo, pinhões, sementes de gergelim, nozes e sementes de linho são todas ótimas opções. A maioria dos óleos devem ser consumidos crus, mas alguns podem ser usados ​​na culinária. Isso inclui ghee, óleo de gergelim e óleo de coco.

 

Legumes

As leguminosas são outra parte importante da dieta sáttvica e, quanto menores, melhor. Feijões menores, como feijão mungo, ervilhas partidas e lentilhas, são mais fáceis de digerir. Você também pode desfrutar de grão de bico, feijão azuki e tofu orgânico. Para obter uma fonte de proteína completa, combine legumes com grãos inteiros.

 

ayurveda-alimentação-yogateria4


Rajas – Alimentos rajásicos

Na natureza, uma força está presente desde o início, que perturba o equilíbrio e introduz o caos. A qualidade de Rajas vem na forma de mudanças e alterações, desequilíbrios e instabilidades emocionais. Desejo, atração, mudanças de humor, ansiedade, agitação são qualidades enfatizadas pela comida rajásica.

Os alimentos rajásicos incluem alimentos picantes, quentes, amargos, azedos e picantes, que não são tão facilmente digeríveis como os alimentos sáttvicos. A comida rajásica deve ser consumida apenas ao meio-dia, quando o alimento rajásico é predominante na nutrição, a pessoa fica inquieta. Então, é aconselhável evitar a comida rajásica ao jantar, pois ela inibe a digestão.

 

Quais são os alimentos rajásicos?

Especiarias picantes, café, chá preto, peixe, ovos, sal e chocolate são considerados alimentos puramente rajásicos.

 

ayurveda-alimentação-yogateria5

 

Tamas – Alimentos tamásicos 

Assim como há uma qualidade ativa e caótica na natureza, há também uma parte passiva e sombria. Isto é Tamas: resistente a mudanças, insensível, livre de emoções conflitantes. Aqueles que são dominados por qualidades tamásicas costumam ter depressão, apatia e falta de curiosidade sobre o mundo. A comida tamásica não nutre nem o corpo nem a mente. Reduz o sistema imunológico e a capacidade de autocura, além de despertar a raiva e a ganância. Os alimentos tamásicos são: carne, cebola, alho, alimentos enlatados e fermentados, alimentos industriais, álcool.

Em certas condições, como comer demais, reaquecer, restos de comida ou comida estragada, o que antes era comida sáttvica pode se tornar tamásico. A luz no fim desse túnel é que, como tudo, quando consumidos com moderação, os alimentos tamásicos podem trazer estabilidade.

A comida tamásica agrava os três doshas, ​​especialmente os dosha Kapha.

 

Quais são os alimentos tamásicos? 

Os alimentos tamásicos incluem carne, peixe, cebola, alho, cogumelos, frutas e vegetais pouco maduros. Além disso, alguns alimentos fermentados como vinagre, pão, doces, bolos, álcool e até sobras e comida estragada são considerados tamásicos. Além dos alimentos mencionados, a maioria de nossas geladeiras e despensas contém alimentos enlatados e congelados, que também são tamásicos. Muitos especialistas consideram os alimentos preparados no microondas como tamásicos.

 

ayurveda-e-doshas-yogateria


Alimentação e os doshas 

Existem três doshas no Ayurveda, que descrevem o estado dominante da mente / corpo: Vata, Pitta e Kapha. Embora os três estejam presentes em todos, o Ayurveda propõe que cada um de nós tenha um dosha dominante que é inabalável desde o nascimento e, idealmente, um equilíbrio igual (embora muitas vezes flutuante) entre os outros dois. 

Quando os doshas estão equilibrados, somos saudáveis; quando eles estão desequilibrados, desenvolvemos doenças, que geralmente se manifestam por problemas de pele, má digestão, insônia, irritabilidade e ansiedade.

 

ayurveda-alimentação-yogateria6


Vata

Vata consiste principalmente de dois elementos: ar e espaço (também conhecido como éter) e é geralmente descrito como frio, leve, seco, áspero, fluido e espaçoso. A estação de outono representa o dosha vata.

Aqueles com o vata dosha são geralmente descritos como magros, enérgicos e criativos.

 

Quais são os alimentos que equilibram e são favoráveis para o dosha Vata?

Vata é um dosha frio e seco; alimentos quentes e nutritivos com textura moderadamente pesada, mais manteiga e gordura adicionadas são bons para estabilizar Vata. Escolha sabores salgados, azedos e doces, bem como alimentos calmantes. Leite quente, natas, manteiga, sopas quentes, ensopados, cereais quentes, nozes cruas e manteigas de nozes são bons para Vatas. Todas as frutas doces, contanto que estejam maduras, são aceitáveis ​​para Vata. Bebidas mornas ou água quente são melhores para Vatas.

Temperos: canela, cardamomo, cominho, gengibre, cravo e alho são bons para Vatas.

 

Quais são os alimentos que desequilibram o dosha Vata?

Alimentos frios como saladas, bebidas geladas, vegetais crus e verduras não são bons para quem tem desequilíbrio de Vata (ou seja, onde Vata é dominante).  Deve-se evitar bebidas com muita cafeína e doces, pois eles perturbam Vata. Além de frutas verdes, pois são muito adstringentes.

 

ayurveda-alimentação-yogateria7


Pitta

O pitta dosha é baseada no fogo e na água. É comumente descrito como quente, leve, agudo, oleoso, líquido e móvel. O verão é conhecido como a estação pitta por seus dias quentes e ensolarados.

As pessoas com pitta geralmente têm uma constituição muscular, são muito atléticas e atuam como líderes fortes.

 

Quais são os alimentos que equilibram e são favoráveis para o dosha Pitta?

Os melhores alimentos para Pittas são frios ou quentes, com texturas moderadamente pesadas – ou seja, alimentos não quentes. Os sabores amargo, doce e adstringente são ideais. Coma alimentos frescos e refrescantes no verão ou no clima quente, como saladas, leite e sorvete. O chá de ervas, especificamente o chá de menta ou de raiz de alcaçuz, é pacificador para os Pittas. Cereais frios, torradas de canela e chá de maçã são um bom desjejum para um Pitta. Alimentos vegetarianos, em geral, são os melhores para os Pittas, pois consumir carne vermelha tende a aquecer o corpo com a gordura. Eles devem consumir grandes quantidades de leite, grãos e vegetais.

 

Quais são os alimentos que desequilibram o dosha Pitta?

Os pittas devem usar menos manteiga e gordura adicionada, e devem evitar pickles, creme de leite e queijo. Eles também devem evitar vinagre em molhos de salada e usar suco de limão. Alimentos alcoólicos e fermentados devem ser evitados. Reduza o café. Evite alimentos oleosos, quentes, salgados e pesados, como qualquer coisa frita. Pittas também deve pular gemas de ovo, nozes, temperos quentes, mel e bebidas quentes.

 

kapha-dosha-yogateria


Kapha

Kapha é baseado na terra e na água. Pode ser descrito como constante, estável, pesado, lento, frio e macio. O inverno é conhecido como estação kapha e a primavera como a estação para redução de kapha, já que muitas partes do mundo lentamente saem da hibernação.

Pessoas com este dosha são descritas como fortes, ossos grossos e cuidadosos.

 

Quais são os alimentos que equilibram e são favoráveis para o dosha Kapha?

Alimentos quentes, leves e secos são favoráveis, ou refeições leves cozidas. Os kaphas se dão melhor com alimentos levemente cozidos ou frutas e vegetais crus. Qualquer comida picante é boa para Kaphas, como comida mexicana ou indiana muito quente, especialmente no inverno. Os métodos de cozimento a seco (assar, grelhar, grelhar, refogar) são preferíveis para os Kaphas em relação ao cozimento úmido, como cozinhar no vapor, ferver ou escaldar. Alimentos como alface romana, escarola ou água tônica são bons para estimular o apetite Kapha, enquanto as especiarias preferidas são cominho, feno-grego, semente de gergelim e açafrão.

 

Quais são os alimentos que desequilibram o dosha Kapha?

Os kaphas precisam estar atentos ao consumo de muitos alimentos doces e gordurosos e também ao consumo de sal, pois isso pode levar à retenção de líquidos. Eles devem evitar alimentos fritos. Uma tendência típica do Kapha é comer demais, a refeição principal deve ser no meio do dia, e apenas uma refeição leve e seca à noite. Em geral, os Kaphas devem evitar açúcar, gorduras e laticínios, pular alimentos e bebidas geladas e usar ghee e óleos apenas em pequenas quantidades.

Caso tenha ficado alguma curiosidade sobre os doshas ou queira conhecer  ainda mais sobre cada um, clique aqui !

  • -8%

    Limpador de Língua 100% cobre puro – EDIÇÃO LIMITADA (2 Unidades)

    R$118 R$108
    COMPRAR
  • Limpador Higienizante de Tapete de Yoga

    R$29
    COMPRAR
  • Livro – Mude seus horários, mude sua vida

    R$39
    COMPRAR
  • Tapete de yoga Asana – 4.5mm PVC ecológico

    R$129