Mandala: O símbolo das tradições antigas

O Que é uma mandala?

O significado da palavra mandala em sânscrito é círculo, que consiste inúmeros significados, externamente como uma representação visual do universo ou internamente como um guia para várias práticas que ocorrem em muitas tradições asiáticas, incluindo a meditação. No hinduísmo e no budismo, a crença é que, ao entrar na mandala e prosseguir em direção ao seu centro, você é guiada através do processo cósmico de transformar todo o sofrimento em alegria e felicidade.

Significado da Mandala

Mandala é um símbolo espiritual e ritual no hinduísmo e no budismo. Os desenhos circulares simbolizam a ideia de que a vida nunca acaba e tudo está conectado. A mandala representa o universo e a jornada espiritual de cada um de nós.  Às vezes é desenhada como um círculo envolvendo um quadrado com uma divindade em cada lado que é usada principalmente para auxiliar na meditação e no yoga. Além disso os seus designs têm como objetivo remover pensamentos indesejáveis, e permitir que a mente criativa relaxe e funcione livremente. As pessoas criam e olham as mandalas para centrar o corpo e a mente.

Tipos de Mandalas

mandala-yogateria-3

Existem vários tipos de mandalas encontrados em diferentes culturas e usados ​​para uma infinidade de propósitos, tanto artística como espiritual. Elas podem ser pintadas em papel ou tecido, desenhadas em um solo cuidadosamente preparado com fios brancos e coloridos ou com arroz em pó, moldadas em bronze ou construídas em pedra.

Você pode encontrar símbolos comuns em todas as mandalas. Tradicionalmente, eles incluem a presença da mente de Buda em uma forma abstrata, mais comumente representada como uma roda, árvore, flor ou joia. O centro é um ponto, que é um símbolo considerado sem dimensões. É interpretado como o ponto de partida, o início da contemplação e devoção ao divino. A partir daí, o ponto é circundado por linhas e padrões geométricos que simbolizam o universo, circundado pelo círculo externo que representa a natureza cíclica da vida. Alguns símbolos comuns na mandala incluem:

  • Roda com oito raios: A natureza circular de uma roda funciona como uma representação artística de um universo perfeito. Os oito raios representam o Caminho Óctuplo do Budismo, um resumo das práticas que levam à libertação e renascimento.
  • Sino : Os sinos representam uma abertura e esvaziamento da mente para permitir a entrada de sabedoria e clareza.
  • Triângulo: Quando voltados para cima, os triângulos representam ação e energia, e quando voltados para baixo, representam a criatividade e a busca do conhecimento.
  • Flor de lótus: um símbolo sagrado no budismo, a simetria de uma lótus representa o equilíbrio. Assim como uma lótus sobe debaixo d’água para a luz, o mesmo acontece com um humano que busca o despertar espiritual e a iluminação.
  • Sol : Uma base popular para os padrões de mandala modernos, o sol tende a representar o universo, muitas vezes carregando significados relacionados à vida e à energia.

Mandala colorida, mandala simples, quadro de mandala, mandala de luz, tapete de mandala

Se você quer decorar sua casa com itens que tenham um significado e ao mesmo tempo criar um ambiente relaxante, as mandalas podem ser uma ótima opção. Escolha uma paleta de cores que combine com o resto do cômodo, você pode pintar uma mandala atrás da sua cabeceira da cama, ou na entrada da sua casa ou atrás do sofá. Uma outra sugestão é escolher tapetes ou tecidos com a estampa de mandala.

Existem inúmeros padrões de mandalas para decorar paredes ou móveis. Em preto e branco, coloridas, com muitos detalhes e figuras geométricas.

Como desenhar uma mandala

mandala-yogateria2

Ao criar sua própria mandala, pense nela como um eco de sua alma. Desenhar e colorir uma mandala pode ser uma experiência pessoal altamente enriquecedora, na qual você olha para dentro de si mesmo e encontra as formas, cores e padrões que representam qualquer coisa, desde o seu estado de espírito atual até os seus desejos mais profundos.

Você pode criar uma mandala para simbolizar um estado de espírito que gostaria de alcançar. Mandalas são ótimas ferramentas para o aumento da autoconsciência. Muitas culturas diferentes ao redor do mundo usam mandalas em suas práticas espirituais.

Ao criar a sua própria mandala usufrua da liberdade de escolher quaisquer formas e cores que você sente que expressam seu senso de identidade e sua visão da realidade. Use sua criatividade para criar um desenho de mandala que seja exclusivamente seu.

Depois de saber os passos básicos para desenhar uma mandala, você pode experimentar novos designs e novas cores cada vez que desenhar uma nova mandala.

Como fazer uma mandala

Desenhar mandalas pode ser uma experiência muito calmante e meditativa. Para criar a sua própria mandala você precisará de:

  • Papel
  • Compasso
  • Régua
  • Lápis
  • Marcadores ou lápis de cor ou canetas coloridas

Passo a passo para criar a sua própria mandala

  1. A lápis, faça um pequeno círculo no centro do papel usando o compasso.
  2. Usando o mesmo ponto central, desenhe círculos consecutivamente maiores ao redor do primeiro. Não importa se os círculos estão igualmente distantes ou se suas distâncias variam. Você apenas deseja que todos eles comecem do mesmo ponto central.
  3. Depois de desenhar alguns círculos, crie uma linha vertical e horizontal no centro do papel, fazendo um sinal de mais em seu papel.
  4. Divida essas peças em outras partes novamente. Você pode fazer quantas vezes quiser, desde que cada uma tenha o mesmo tamanho. Esta grade serve como marcações para sua orientação, que você apagará no final.
  5. Começando do centro, desenhe a forma desejada dentro do primeiro pedaço. Repita a mesma forma ao lado, e no próximo a essa, e assim por diante, girando o papel conforme avança.
  6. Continue trabalhando usando os círculos e linhas como marcadores. Isso ajuda a manter a simetria em sua mandala. Continue desenhando a mesma forma em cada parte e indo para fora toda vez que completar um círculo completo.

 

Aproveite esse momento para relaxar, não fique presa as regras ou a críticas quando terminar. Simplesmente comece do centro e trabalhe para sair. Comece pequeno, vá devagar e seja gentil consigo mesmo. Deixe que o desenho da mandala a leve a um lugar mais calmo e tranquilo.

Desenhar mandalas é uma maneira maravilhosa de se libertar da “mente de tagarela” e se afastar um pouco de suas listas de compromissos, horários, preocupações e medos. A ideia é entrar em um estado de fluxo criativo. Então, ligue sua música relaxante favorita, acenda algumas velas, respire fundo algumas vezes e deixe seu subconsciente assumir o controle enquanto você desenha sua obra-prima de mandala.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *