Óleos essenciais e aromaterapia

Os óleos essenciais são frequentemente usados ​​na aromaterapia, uma forma de medicina alternativa que emprega extratos de plantas para apoiar a saúde e o bem-estar.  Muitas plantas contêm alguns componentes potencialmente úteis e os óleos essenciais têm recebido muita atenção recentemente por ajudar em tudo, desde dores de cabeça e sono a dores de garganta.

 

O que são óleos essenciais

Os óleos essenciais são extratos líquidos de várias plantas potencialmente benéficas. Os processos de fabricação podem extrair os compostos úteis dessas plantas. Eles são feitos por vapor ou prensagem de várias partes de uma planta (flores, cascas, folhas ou frutos) para capturar os compostos que produzem a fragrância.

Os óleos essenciais geralmente têm um cheiro muito mais forte do que as plantas de onde vêm e contêm níveis mais elevados de ingredientes ativos. Isso tem a ver com a quantidade de matéria vegetal necessária para fazer o óleo essencial.

 

Como fazer óleos essenciais

Existem diferentes maneiras pelas quais os fabricantes extraem os óleos essenciais, incluindo:

  • Destilação a vapor ou água. Esse processo faz passar água ou vapor quente pelas plantas, retirando os compostos essenciais da matéria vegetal.
  • Prensagem a frio. O processo funciona pressionando ou espremendo mecanicamente a matéria vegetal para que ela libere sucos ou óleos essenciais. Um exemplo simples disso seria cheirar o aroma fresco de limão depois de espremer ou raspar uma casca de limão.

Depois de extrair os compostos ativos da matéria vegetal, alguns fabricantes podem adicioná-los a um óleo carreador para obter mais produto da mesma quantidade de óleo essencial. Esses produtos não seriam mais óleos essenciais puros, mas uma mistura.

A forma como os óleos são produzidos é importante, pois os óleos essenciais obtidos por processos químicos não são considerados verdadeiros óleos essenciais.

 

aromaterapia-yogateria-3

 

O que é aromaterapia

Aromaterapia é a prática de usar óleos essenciais para benefício terapêutico. A aromaterapia é usada há séculos. Quando inaladas, as moléculas do perfume nos óleos essenciais viajam dos nervos olfativos diretamente para o cérebro e afetam especialmente a amígdala, o centro emocional do cérebro.

Os óleos essenciais também podem ser absorvidos pela pele. Um massagista pode adicionar o óleo para ajudar a relaxar os músculos tensos durante uma massagem. Uma empresa de cuidados com a pele pode adicionar lavanda aos sais de banho para criar um banho relaxante. Os fabricantes usam óleos essenciais para criar uma gama de produtos. A indústria de cosméticos e maquiagem usa óleos essenciais para criar perfumes, adicionar fragrâncias a cremes e sabonetes corporais e até mesmo como fontes de antioxidantes naturais em alguns produtos de beleza.

Muitos praticantes de medicina natural, como aroma terapeutas, usam óleos essenciais. A aromaterapia envolve a difusão desses óleos essenciais no ar.

Os aroma-terapeutas acreditam que respirar óleos essenciais pode permitir que eles entrem nos pulmões e na corrente sanguínea, onde alguns dos compostos potencialmente úteis podem beneficiar o corpo.

Qualquer pessoa que já tenha inalado o vapor mentolado, para desobstruir alguma congestão nasal usou de certa forma a aromaterapia.

As pessoas nunca devem aplicar óleos essenciais diretamente na pele sem diluí-los, a menos que sob a orientação direta de um profissional de saúde.

Também é perigoso engolir óleos essenciais. Os óleos essenciais não são apenas extremamente concentrados, mas também podem irritar as células sensíveis dentro do corpo.

Em casos raros, algumas pessoas podem tomar cápsulas orais contendo óleos essenciais. No entanto, as pessoas só devem fazer isso sob a orientação de um profissional de saúde.

 

Como usar os óleos essenciais

Os óleos essenciais são mais comumente usados ​​na prática da aromaterapia, na qual são inalados por vários métodos.

Os óleos essenciais não devem ser engolidos.

Os ingredientes dos óleos essenciais podem interagir com o corpo de várias maneiras. Quando aplicado à pele, alguns produtos químicos vegetais são absorvidos.

Acredita-se que certos métodos de aplicação podem melhorar a absorção, como a aplicação com calor ou em diferentes áreas do corpo.

A inalação dos aromas dos óleos essenciais pode estimular áreas do sistema límbico, que é uma parte do cérebro que desempenha um papel nas emoções, comportamentos, olfato e memória de longo prazo. Curiosamente, o sistema límbico está fortemente envolvido na formação de memórias. Isso pode explicar parcialmente por que cheiros familiares podem desencadear memórias ou emoções.

O sistema límbico também desempenha um papel no controle de várias funções fisiológicas inconscientes, como respiração, frequência cardíaca e pressão arterial. Como tal, algumas pessoas afirmam que os óleos essenciais podem exercer um efeito físico no seu corpo.

As maneiras mais seguras de usar óleos essenciais incluem:

  • Acessórios de aromaterapia: Colares, pulseiras e chaveiros feitos com materiais absorventes nos quais você aplica óleos essenciais e cheira ao longo do dia.
  • Óleo corporal: uma mistura de óleos essenciais com um óleo veicular, como azeite, jojoba ou óleo de coco, que pode ser massageado na pele. Como os óleos essenciais são concentrados, eles podem causar irritação. Evite usá-los com força total na pele.
  • Bastão de aroma: também chamado de inalador de óleo essencial, esses bastões de plástico portáteis têm um pavio absorvente que absorve o óleo essencial. Eles vêm com uma capa para manter o cheiro em segredo até que você esteja pronto.

Quando utilizar difusor de óleos essenciais procure utilizar em um ambiente que só você esteja presente, isso porque o aroma pode afetar as pessoas de maneiras diferentes. Por exemplo, a hortelã-pimenta costuma ser recomendada para dores de cabeça. Mas se você usá-lo em torno de uma criança com menos de 30 meses, a criança pode ficar agitada. Isso pode ter um efeito negativo. Além disso, alguém com batimento cardíaco acelerado pode reagir adversamente à hortelã-pimenta

 

Para que serve os óleos essenciais

Apesar de seu uso generalizado, pouco se sabe sobre a capacidade dos óleos essenciais para tratar certas condições de saúde.

  • Estresse e ansiedade. Estima-se que 43% das pessoas que sofrem de estresse e ansiedade usam alguma forma de terapia alternativa para ajudar a aliviar seus sintomas. O cheiro de alguns óleos essenciais pode funcionar junto com a terapia tradicional para tratar a ansiedade e o estresse. Da mesma forma, que o uso de óleos essenciais durante uma massagem pode ser eficaz no alívio do estresse.
  • Dores de cabeça e enxaquecas. Diversos estudos mostram que as misturas de óleo de hortelã-pimenta e lavanda na pele ou camomila e óleo de gergelim nas têmporas pode tratar dores de cabeça e enxaquecas.
  • Sono e insônia. Cheirar óleo de lavanda melhora a qualidade do sono de mulheres após o parto, trazendo efeitos positivos nos hábitos do sono.
  • Reduzindo a inflamação. Pesquisas científicas sugerem que certos óleos essenciais podem ajudar a combater doenças inflamatórias, como no caso da mistura de tomilho e orégano ou cominho e alecrim.

Embora as pessoas afirmem que os óleos essenciais são remédios naturais para várias doenças, não há pesquisas suficientes para determinar sua eficácia na saúde humana.

 

aromaterapia-yogateria

 

Quais são os melhores óleos essenciais

São dezenas de óleos essenciais, todos com fragrâncias e maquiagens químicas diferentes. Quais são os melhores óleos essenciais depende dos sintomas que você está tentando aliviar ou das fragrâncias de sua preferência. Alguns dos óleos essenciais mais populares incluem:

  • Óleo essencial de lavanda: Muitas pessoas acham o aroma de lavanda relaxante. Geralmente é usado para ajudar a aliviar o estresse e a ansiedade e promover um bom sono.
  • Óleo essencial de melaleuca: Esse óleo essencial era usado pelos aborígenes da Austrália para a cicatrização de feridas. Hoje, é comumente usado para acne, pé de atleta e picadas de insetos.
  • Óleo essencial de hortelã-pimenta: Alivia dores de cabeça tensionais quando aplicado topicamente.
  • Óleo essencial de limão: Muitas pessoas consideram o aroma cítrico do óleo de limão um estimulante do humor. Também é muito usado em produtos de limpeza caseiros.
  • Óleo essencial de alecrim: Ajuda a melhorar os níveis de raciocínio, concentração e memória devido ao fato de que ajuda a prevenir a quebra da substância química do cérebro, a acetilcolina.
  • Óleo essencial de eucalipto: É conhecido por estimular o crescimento do cabelo por causa de suas propriedades nutritivas naturais que podem ajudar a suavizar e acalmar o couro cabeludo.
  • Óleo essencial de gerânio: Acredita-se que tenha propriedades antibacterianas, antioxidantes e anti-inflamatórias. Utilizado na aromaterapia contra estresse, ansiedade, depressão, infeção e alguns casos como analgésico natural.
  • Óleo essencial de laranja doce: É conhecido por ter um aroma agradável que tem um efeito alegre. Por esse motivo, acredita-se que seja benéfico para vaporizar em qualquer ambiente, especialmente quando experimentamos humores depressivos.
  • Óleo essencial de ylang ylang: Promove o relaxamento, mata bactérias, reduz a pressão alta e aumenta o desejo sexual.

 

Efeitos colaterais

Sempre dilua os óleos com um óleo veicular antes de aplicá-lo na pele. Aplique uma pequena quantidade em uma pequena área da pele primeiro para testar quaisquer reações.

Embora os óleos essenciais possam ser seguros para a maioria das pessoas inalar, algumas pessoas com asma podem reagir ao respirar os vapores. Da mesma forma que inalar óleos essenciais pode ajudar algumas pessoas com suas dores de cabeça, mas inalar muito pode causar dor de cabeça em outras.

Os óleos essenciais geralmente são seguros quando uma pessoa os usa corretamente. Sempre dilua os óleos essenciais antes de aplicá-los na pele e nunca os ingira.

 

Onde comprar óleos essenciais

A coisa mais importante a se considerar ao comprar óleos essenciais é a qualidade do produto. Separamos algumas dicas para ajudar a adquirir óleos essenciais puros:

  • Observe o rótulo: Deve incluir o nome latino da planta, informações sobre pureza ou outros ingredientes adicionados a ela e o país em que a planta foi cultivada.
  • Avalie a empresa: Compre produtos de uma empresa de aromaterapia bem conhecida e confiável que já existe há vários anos.
  • Escolha recipientes de vidro de cor escura: os óleos essenciais puros são altamente concentrados. Eles podem dissolver garrafas de plástico com o tempo, contaminando o óleo. A maioria das empresas embala óleos essenciais em pequenos frascos de vidro marrom ou azul para proteger a qualidade.

Os óleos essenciais podem melhorar o seu humor e fazer você se sentir bem com apenas uma cheirada de sua fragrância. Para algumas pessoas, eles podem até ajudar a aliviar os sintomas de várias doenças. Para obter mais informações sobre como incorporá-los a um estilo de vida saudável, consulte um especialista em medicina integrativa.

  • Incenso Massala Ayurvédico Sete Ervas Goloka

    R$15R$135
      • Caixa 12 peças
      • Caixinha
  • Incenso Massala Baunilha Goloka

    R$15R$135
      • Caixa 12 peças
      • Caixinha
  • Perfume Indiano Canela Goloka

    R$29
    COMPRAR
  • Perfume Indiano Lavanda Goloka

    R$29
    COMPRAR